“Se nosso motor fosse Mercedes, estaríamos na frente”, diz Max

Max Verstappen deseja mais do que nunca disputar o título da Fórmula 1 em 2018 e sabe que precisa de um motor potente para brigar com Mercedes e Ferrari. Na visão do holandês, o chassi da Red Bull “é muito bom”, porém o time energético precisa de mais potência nos motores Renault liderar o pelotão da frente.

“Acredito que se tivéssemos um motor Mercedes, estaríamos disparados na frente”, afirmou o jovem piloto de 20 anos em declaração ao site ‘Motorsport’.

Foto: Reprodução

No último ano, o motor da Renault não foi capaz de competir com a Mercedes e Ferrari. “Infelizmente não era tão estável quanto os deles. Mas tem outros fatores, também. Se não fosse assim, eles (a Renault) teria resolvido tudo há muito tempo”, prosseguiu.

Verstappen destacou o péssimo início de temporada do ano passado e disse que é necessário mudar em 2018: “Eles pensaram em ir com um tipo de configuração, mas não funcionou. Talvez tenha sido muito otimista. Mas já vimos que a equipe pode mudar tudo rapidamente. Isso dá confiança me acreditar que o futuro será na direção certa”, finalizou.